Consultoria Jurídica: uma poderosa carta na manga

Entender sobre o assunto pode ser uma excelente carta na manga

    Segundo a Revista Exame, a falta de conhecimento por parte do empresariado (seja de uma questão técnica, tecnológica ou jurídica) é o principal motivo pelo qual 50% das microempresas brasileiras fecham suas portas antes mesmo de completarem 2 anos de vida.

    Antes de discorrer sobre o que é consultoria jurídica, queremos fazer uma pergunta: você já reparou como o direito está em todo lugar?

    Se você é uma pessoa física, pode se deparar com questões jurídicas quando:

    • Tem problemas ao comprar/trocar um produto
    • Precisa analisar contratos imobiliários
    • Precisa recorrer a uma multa
    • Quer processar uma pessoa ou empresa

    Já se você responde como pessoa jurídica, pode se deparar com questões legais quando:

    • Lida com processos trabalhistas
    • Analisa contratos de fornecedores
    • Estrutura o quadro societário
    • Recebe qualquer tipo de processo

    Olhando por esse prisma, fica bastante simples de entender o que é consultoria jurídica e para que ela serve.

    Como somente profissionais do direito possuem expertise e permissão para esclarecer e tratar questões jurídicas, esse tipo de acompanhamento é muito comum (principalmente nas empresas).

    Pense em como seria bom ver a sua empresa contando com o auxílio de um advogado sempre que pintasse algum problema relacionado à legislação. Você com certeza dormiria melhor, sabendo que não corre nenhum risco do ponto de vista legal.

    É justamente essa a ideia de uma consultoria jurídica! O intuito desse serviço é dar respaldo recorrente aos clientes para que eles tenham uma folga das questões legais e, dessa forma, possam focar somente naquilo que importa de verdade: aumentar as vendas!

    Uma assessoria ou consultoria jurídica pode funcionar de diversas formas. Recomendamos que você tenha uma boa conversa com o seu escritório para chegar aos termos que agradarão ambas as partes.

    No momento de contratar esse serviço, é importante que você se atente aos seguintes fatores:

    Consultorias recorrentes x Consultorias avulsas: você precisa de uma consultoria para o dia a dia ou somente para resolver uma questão pontual do negócio?

    Consultorias remotas x Consultorias presenciais: com a popularização da internet, fica cada vez mais fácil contratar uma dessas consultorias online ou mesmo por telefone. Você prefere uma consultoria jurídica executada de forma remota ou presencial?

    Também é legal que você tenha certeza de estar contratando um advogado especializado na área do seu caso. Ao contratar uma assessoria legal, você:

    Evita prejuízos na esfera trabalhista
    Evita perder prazos de ações e recursos (tempestividade de ações)
    Tem apoio legal para resgatar créditos tributários e defender-se judicialmente ou extrajudicialmente


    Mesmo que pequenas empresas nem sempre realizem transações exorbitantes, é recomendado que façam consultorias jurídicas em ocasiões pontuais.

    Já as grandes e médias empresas, com estrutura robusta e maior movimentação financeira, precisam de uma assessoria constante.

    Para finalizar, vale lembrar que a consultoria jurídica é uma forma simples de obter economia no negócio.

    Ao invés de montar o seu próprio departamento jurídico — o que implicaria em custos trabalhistas, alocação de espaço físico, custos com materiais de escritório etc —, a maior parte dos pequenos empreendedores escolhem a consultoria jurídica como alternativa para problemas pontuais.

    Compartilhe conhecimento!